Planeamento para 2018

planeamento 2018

Planeamento para 2018

Já fez o planeamento do seu negócio para 2018?

Caso não o tenha efetuado, é altura de refletir e avaliar o que é preciso mudar para que 2018 seja um ano melhor. Neste artigo apresentamos algumas técnicas para ajudar a elaborar o seu planeamento para o novo ano.

  1. Fazer uma retrospetiva de 2017

Uma análise retrospetiva ajuda a compreender melhor o ano que passou, é um ponto de partida para definir as prioridades para o novo ano.

Perguntar o que poderia ser feito de maneira diferente é uma ótima forma de começar e ajuda a identificar o que se pode melhorar. Assim:

– Os objetivos definidos para 2017 foram atingidos?

– Os resultados alcançados foram satisfatórios?

– A relação com o cliente foi boa ou é necessário melhorar?

– O que faria de forma diferente?

A lista de perguntas pode ser mais extensa, mas começar por estas questões básicas serve como orientação. O importante é fazer perguntas objetivas e responder com total isenção, sem recorrer a desculpas para justificar os erros.

  1. Avaliar os pontos fortes e fracos

Ao analisar corretamente os  pontos fracos e os  pontos fortes do negócio é possível saber se o negócio é de facto competitivo. Uma das técnicas para fazer esta avaliação é utilizar a matriz SWOT.

Através desta análise é possível identificar os pontos fortes e fracos do negócio, assim como as oportunidades e as ameaças.

       3.Analisar a concorrência

Fazer uma análise da concorrência é uma forma de retirar do mercado valiosas informações sobre de como podemos inovar no nosso negócio. Observar o que a concorrência faz de diferente é uma referência para definir novos rumos.

A análise da concorrência é uma tática fundamental para o sucesso nos negócios. Não se trata de copiar, mas compreender o que tem sucesso adaptando a realidade de cada negócio.

  1. Elaborar um orçamento

Empresárias (os)  que têm controlo do fluxo de caixa ( entrada e saídas)  conseguem identificar os produtos ou serviços que dão lucro e os custos associados a atividade. Com esta informação e a experiência  adquirida pode ser antecipado o orçamento para o ano de 2018.

As prioridades devem ser estabelecidas com base num orçamento que seja o mais preciso possível, incluindo previsão de vendas e despesas.

  1. Definir metas

Com base nas informações dos pontos anteriores, é possível  de forma realista projetar o crescimento. O objetivo é definir metas que possam ser cumpridas até o mês de dezembro de 2018.

Exemplo tipo de metas

– Aumentar o número de clientes;

– Incrementar a faturação;

– Lançar um novo produto ou serviço;

– Reduzir a despesa em 10%

-etc.

O planeamento para 2018 é crucial para garantir o sucesso do negócio. Sem planear o risco do fracasso é iminente, pois o negócio estará exposto às variações do mercado e se não houver planeamento não saberá como enfrentar as dificuldades.

Precisa de ajuda para elaborar o plano de 2018?

Entre em contacto connosco para info@praticos-saberes.com e nós ajudamos.

Feliz Ano Novo !

 

 

Share this post

Deixe uma resposta